Sobre Meninos e Lobos


“Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos.” (Lucas 10:3)

 

Sobre Meninos e Lobos (título original, Mystic River) é um excelente filme, dirigido por Clint Eastwood e estrelado por medalhões como Sean Penn, Tim Robbins, Laurence Fishburne, dentre outros. No entanto, este texto não tratará do filme em si, e sim, da relação entre meninos e lobos.

O Senhor Jesus afirmou que aquele que não se converter e não se fizer como menino, de modo algum entrará no reino dos céus (Mt 18:3). Paulo, em uma aparente contradição as palavras de Cristo, disse que quando éramos meninos “estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo” (Gl 4:3). Estaria portanto, o apóstolo dos gentios discordando dos dizeres do Filho do Homem?

Esta aparente discordância não resiste à um pequeno aprofundamento nas Escrituras. Os meninos não foram tomadas como exemplo por sua suposta “pureza” (Rm 3:10), caso contrário, uma criança qualquer teria sido oferecida em sacrifício por nossos pecados, tornando desnecessária a vinda do Cordeiro de Deus, sem mancha e sem mácula. Na verdade, Jesus bem sabia que as crianças daquela época eram vistas como um estorvo, entendia como elas eram desprezadas pelas pessoas mais velhas (Mt 19:13). Não só Ele, as próprias crianças tinha consciência de sua pouca importância! Assim Ele espera que seja nossa auto-imagem. Isto fica mais claro ao ler o versículo seguinte do capitulo 18 do Evangelho segundo Mateus:

“Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus.” (Mateus 18:4) [grifo meu]

As palavras de Paulo citadas a seguir, contribuem ainda mais para aumentar nossa compreensão sobre a dicotomia menino X adulto:

“Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento.” (1 Coríntios 14:20)

Infelizmente, a grande maioria dos evangélicos não tem acatado este conselho. Temos visto como multidões de meninos são manobradas de um lado para o outro, pelos lobos seus algozes.

“Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.” (Efésios 4:14)

Tais lobos, apesar da aparência piedosa (2 Tm 3:5), são cruéis, e só estão interessados em saciar sua sede por sangue e sua fome por carne.

“Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho;” (Atos 20:29)

Já foi dito que a fé evangélica aqui no Brasil (e creio que em qualquer parte do mundo) tem 10 quilômetros de extensão e 10 centímetros de profundidade. Assim nos vemos ilhados, no meio de um grande lago raso e salgado!

Volta logo Jesus!

Carlos

Este post surgiu de uma conversa com o mano (e cinéfilo) @gustavogui do Território-7

Anúncios
Etiquetado , , , ,

2 pensamentos sobre “Sobre Meninos e Lobos

  1. GG disse:

    Excelente texto, mano!

    A verdade é que o filme demonstra, de certa forma, uma realidade que infelizmente conhecemos bem: quando somos criados em meio aos lobos, a decisão de ser como eles é exclusivamente nossa… e, na maioria das vezes, decidimos por nos juntar a alcatéia de falsos profetas e defendê-la com “garras e dentes”.

    Como disse no meu último texto no T-7… somos todos imbecis.

    Parabéns, Amorim. Excelente texto!

  2. Graça e paz,

    Dificilmente tenho tempo para navegar pela blogosfera cristã, no entanto, mesmo diante das correrias do dia a dia, tive o prazer de ler alguns textos aqui expostos. E por isso deixo esse simples comentário, afim de que, continuem nessa força, pois, o Senhor é convosco.

    Em Cristo,
    Anderson Ribeiro
    http://dcandersonribeiro.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: