O deus maneta



Tyr, o deus maneta

Durante este período eleitoral, não é raro escutar discursos que nos remetem ao ápice da Guerra Fria. Enquanto uns empunham seus martelos e afiam suas foices, outros sobem ao Reichstag para despejar sua loquacidade ufanista.

Creio que este clima de animosidade está tomando proporções delirantes! Alguns chegam a acreditar que o PT é realmente um partido socialista! Recomendo que estes não se iludam com a semiótica, pois, nada poderia estar mais distante da realidade, visto que o governo do presidente Lula foi tão ou mais voltado para o capital que a gestão de seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso. De modo semelhante, o PSDB não é um partido nazi-fascista (apesar de sua proximidade com o DEM).

As alucinações atingem níveis ainda mais preocupantes quando a política encontra-se com a religião. É curioso ver como alguns tentam legitimar suas escolhas através da alegação de que “deus” simpatiza com regime X e antipatiza com regime Y. Ora, se a esquerda rendeu Karl Marx e Lenin a direita rendeu Hitler e Mussolini!

O Senhor não toma partido pela esquerda ou pela direita! Não O vejo regendo o universo com uma só mão!

“Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos.” (Salmos 102:25)

Só por curiosidade: A imagem do post é de uma divindade da mitologia nórdica chamado Tyr, também conhecido por “deus maneta”.

Anúncios
Etiquetado , ,

4 pensamentos sobre “O deus maneta

  1. Muito bom!

    Obrigado pelo comentário no meu post lá no Genizah.

    Gostei demais da analogia.

    Abraço!

  2. oandarilho01 disse:

    Pelo contrário! Não dá é para negar que o PT seja socialista. Há várias evidências. Cito algumas:
    1) O PSOL (partido socialismo e liberdade) é dissidência do PT;
    2) O PT faz uso pesado de programas assistencialistas como o bolsa-família.
    Há várias outras, claro.
    O PT é, sem dúvida, socialista. O PSDB, sendo “social-democracia” também, mas age um pouco diferente.

    A separação do PSOL, inclusive, foi motivada por essa “falta de socialismo” que você indicou. O que reforça a minha afirmação.

    Realmente, Deus não “toma partido”. Mas a Igreja (em especial a Católica) é capaz de reconhecer dentro da política os legítimos inimigos do cristianismo, representados principalmente pelos comuno-socialistas.

    Pelo visto você é protestante, certo? Mesmo assim, indico a leitura de duas encíclicas papais que tratam bem do tema, explicando o porquê de ser incompatível a ideologia socialista/comunista com o Evangelho:
    * Papa Leão XIII – Rerum Novarum
    * Papa Pio XI – Quadragesimo Anno

    Paz e Bem

    • porele disse:

      Agradeço o comentário… Vamos aos comentários do comentário…

      1) Concordo. O PSOL de fato é o que poderíamos chamar hoje de “socialista”, já que o sentido original a muito se perdeu…
      2) Programas assistenciais (assistencialistas) já existiam na gestão anterior a do PT (eram vários: “Bolsa Escola”, “Auxílio Gás”, “Cartão Alimentação”, etc…).

      O PSDB, como legitimo herdeiro do liberalismo, reza pela cartilha de Max Weber (tido como “pai” do capitalismo. Recomendo a leitura de “Ética protestante e o espírito do capitalismo” deste mesmo autor – Sim, nós protestantes somos culpados deste mal também… heheheh -) e não pela “bíblia” Marxista.

      Creio que o capitalismo é tão inimigo do cristianismo quanto o comunismo. Vide Teologia da Prosperidade (mais um “mea culpa”, este mal afeta bem mais as igrejas evangélicas, mas há ocorrências dentro do catolicismo também), uma doutrina focada no acumulo de capitais e na ótica de que só é abençoado quem retém muitos bens.

      Não tenho problema em ler livros católicos, não sou reducionista. Aprecio muito a literatura patrística (Especialmente Santo Augustinho e Tomás de Aquino) assim como os escritos de G. K. Chesterton (recomendo a leitura de Ortodoxia deste autor)

      Abraços Fraternos!
      Carlos

      • oandarilho01 disse:

        Isso, Carlos. O caso do PSDB é esse mesmo. Por isso temos essa “dobradinha”: PSDB criando assistencialismo que o PT rejeitou antes para se apropriar depois.

        Conheço o Ortodoxia. Até comentei sobre Chesterton no outro artigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: