A benção da tristeza


É melhor ser alegre que ser triste

Alegria é a melhor coisa que existe

É assim como a luz no coração

Mas pra fazer um samba com beleza

É preciso um bocado de tristeza

É preciso um bocado de tristeza

Senão, não se faz um samba não

 

Eu bem que poderia utilizar aquele conhecido adágio popular para dizer que fugimos da tristeza “assim como o diabo foge da cruz”; mas creio que é mais correto afirmar que fugimos da tristeza assim como o homem foge da cruz! Ninguém se sente mais repelido pela cruz do que nós, seres humanos!

Tenho que concordar com o poeta, quando ele afirma que “É melhor ser alegre que ser triste, alegria é a melhor coisa que existe…”, sobe risco de ser chamado de tolo ou masoquista. Mas também não há como negar que momentos infelizes fazem parte das nossas vidas.

É curiosa a percepção do autor de que é necessário “um bocado de tristeza” para se compor um “samba com beleza”. Como algo indesejado e normalmente destrutivo pode servir como matéria prima para construção de algo belo?

As Escrituras nos oferecem um testemunho fiel de como alguns homens foram capazes de transfigurar momentos de pesar em poesia. David foi um deles, pois produziu seus mais belos salmos durante os períodos em que estava sendo perseguido, ou angustiado por conta de seus pecados.

 

Livra-me, ó Deus, pois as águas entraram até à minha alma.

Atolei-me em profundo lamaçal, onde se não pode estar em pé; entrei na profundeza das águas, onde a corrente me leva.

Estou cansado de clamar; a minha garganta se secou; os meus olhos desfalecem esperando o meu Deus.

Aqueles que me odeiam sem causa são mais do que os cabelos da minha cabeça;

aqueles que procuram destruir-me, sendo injustamente meus inimigos, são poderosos; então restituí o que não furtei.

Tu, ó Deus, bem conheces a minha estultice; e os meus pecados não te são encobertos.

(Salmos 69:1-5)

 

O que diríamos a respeito do apóstolo Paulo? Ele orgulhava-se de carregar em seu corpo as marcas do Senhor Jesus (Gálatas 6:17). Não para menos, Paulo sofreu como poucos, e foi capaz de escrever coisas sublimes como esta:

 

Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,

Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor.

(Romanos 8:38,39)

 

Entendo que o sofrimento não é só inevitável, por vezes, ele se faz necessário. Nossos pulmões se encheram de ar pela primeira vez quando ao nascer, fomos estimulados a chorar. Por isso acredito que, ao abjurar a existência da tristeza, corremos o risco de negar nossa própria humanidade! Tanto risos como lágrimas fazem parte da nossa construção.

Não é a dissimulação dos problemas e sim a antevisão de dias melhores que nos torna capazes de suportar as dificuldades. Esperança é para quem sabe esperar! Quem vive buscando prazeres instantâneos e alegrias fortuitas acredita que tais coisas são perca de tempo.

 

A tristeza tem sempre uma esperança de um dia não ser mais triste não

Pois…

Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

(Segundo Vinicius, Baden Powell e João)

 

Dizem que a esperança é a ultima que morre, porem a minha já morreu…

… ressuscitou e está sentado a direita do Pai! Aleluia!

Carlos

Anúncios
Etiquetado , , ,

Um pensamento sobre “A benção da tristeza

  1. Cristianeccldm disse:

    Este texto veio como refrigério ao meu coração! Parabéns por tanta sabedoria e discernimento c/ as palavras.

    Paz…Cristiane

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: