Mãe comum, missão incomum


Dia das mães. Lembremos hoje do nome de Eunice, mãe de Timoteo, uma mãe com um testemunho exemplar e uma fé contagiante (IITm1:3-5). Ela era uma judia crente, mas que tinha um esposo grego, não convertido (At16:1). Provavelmente Eunice tenha se convertido durante a primeira visita de Paulo a Listra (At14:8-20). Mais tarde, o apóstolo vai elogiar o tipo de ensinamento que Eunice deu a Timóteo: “E que desde a infância, sabes as sagradas letras” (IITm3:15). È certo que foi a formação anterior de Timoteo dada por sua mãe, que o preparou tão bem para o ministério de evangelista, para o qual Deus o chamou por intermédio de Paulo.

Observemos então, alguns traços positivos na vida dessa ditosa senhora, que serve de grande inspiração para todos nós. Em primeiro lugar, o testemunho da vida cristã abundante se estabelece na família, influenciando seus membros, se alastrando de forma incontida e manifestando um tipo de fé contagiante e sem fingimento (IITm1:5). O santo contágio se espraiou no seio da família, alcançando o coração de Lóide, avó de Timóteo, o de Eunice e atingindo por “tabela”, a terceira geração, o jovem Timóteo. É verdade que o filho de Eunice foi levado a conhecer Jesus através da pregação de Paulo, tornando-se seu amado filho na fé (ITm1:2,18), mas Paulo somente regou uma fé especial que já estava germinada no coração do jovem crente, tendo sido adubada anteriormente, no ambiente de sua família, sob orientação das Escrituras Sagradas. Paulo depois viria a incentivar a perpetuação dessa cadeia de fé, encarregando Timoteo do dever de transmitir essa fé contagiante a “homens fiéis e também idôneos para instruir a outros”, através de um discipulado consistente (IITm2:2), e assim, por meio de uma sucessão ininterrupta, o reino de Deus se expandiria na sociedade e no mundo de sua época. Em segundo lugar, a fé contagiante de Eunice é um poderoso incentivo para a exortação às famílias, para que essa influência poderosa não sofra nenhum agravo em seu processo de continuidade (IITm1:6). O ardoroso trabalho de ensinar a Palavra, de gastar tempo contando as histórias bíblicas, incutir os preceitos da palavra de Deus, dar testemunho pelo exemplo no dia-a-dia, gerar momentos de oração em família, são observâncias que devem continuar, nem que tenhamos de ”fazer das tripas, coração” como dizia minha saudosa mãe. Por isso, Paulo argumenta: “por esta razão, te admoesto que reavives (queimes) o dom de Deus que a há em ti” (IITm1:6). Alguém que recebeu tais ensinamentos, jamais poderá ser um cristão acomodado, antes, essa educação cristã deve gerar um filho cheio de ardor pela obra de Deus, um crente cujo coração é atiçado pelo fogo crepitante do Espírito Santo. Em terceiro lugar, essa fé contagiante deve sempre gerar no coração dos pais um senso enorme de gratidão, por ver o filho crescer no conhecimento e temor a Deus por si mesmo. Eunice assumiu o desafio de treinar o filho Timóteo nas Escrituras, mesmo sem o apoio do marido.Tal fidelidade a Deus deve ser um grande incentivo à fé para muitos pais que se encontram numa situação semelhante hoje, ao criar os filhos sozinhos, sem o cônjuge, ou na companhia de alguém que não compartilha o compromisso com Cristo e Sua Palavra. Depois que Timóteo se tornou um pastor cheio de Deus, Eunice deve ter tido uma gratidão incontida por ver seu filho cumprindo seus ensinamentos. Essa alegria incontida foi experimentada pelo apóstolo João, ao ver seus filhos na fé andando na verdade (no original grego, peripateo significa conduzir-se bem pela vida; fazer bom uso das oportunidades – IIIJo4), e essa deve ser nossa reação, ou sendo pais carnais ou pais espirituais, ao vermos nossos filhos bem direcionados para cumprirem todo o propósito de Deus para suas vidas.
Quero me dirigir agora a filhos ingratos, que diferentemente de Timóteo, são desobedientes aos pais e desatentos às necessidades de sua família. Jesus já falava sobre alguns jovens de seu tempo que espiritualizando suas ações perversas, se desculpavam por não darem o devido apoio financeiro e amoroso a seus pais. Diziam eles, que suas finanças estavam comprometidas com a corbã (Mc7:11). Pronunciando essa palavra, a “oferta” era santificada. Os filhos assim escapavam à responsabilidade moral de auxiliar os pais, dedicando, sob juramento, o sustento devido aos seus progenitores ao templo. Jesus conclui que aqueles que assim agem, jamais honraram a seus pais e a suas mães, antes, invalidam (grego ekirôsate tornar sem autoridade, nulo e sem efeito, cancelar) a Palavra de Deus em suas vidas (Mt15:6). Filhos que só vivem na igreja, que possuem cargos, ministérios e dons, mas negligenciam seus compromissos para com seus pais, não dando tempo, não cultivando amizade, não dizendo o quanto eles são amados, tem as promessas e as bênçãos de Deus invalidadas e canceladas em sua vida. Filho! Honre hoje e sempre sua mãe e seu pai, diga o quanto são importantes e quanto são amados por você, valorize sua família e receba prosperidade e vida longa (Ef6:2,3). Do contrário, as bênçãos da Palavra de Deus serão interrompidas. E não vai adiantar bater o pé, declarando que é filho do Rei.

por Manoel do Carmo Filho

Via Hajahope’s Blog

Amorim Comenta: O exemplo de Eunice se fortalece ainda mais diante das estatísticas atuais que demonstram que é muito mais difícil uma familia se chegar a Deus pelo exemplo da mãe do que pelo exemplo do pai. As mulheres, como sempre, precisam demonstrar o dobro de força e determinação para alcançar seus objetivos.

Vemos em nosso pais, milhares de familias cuja responsabilidade de educar, prover e conduzir os filhos a fé, recai unicamente sobre os ombros das mulheres (mães, avós, irmãs mais velhas…). Vemos em comunidades pobres, milhares de viuvas de maridos vivos, criando bravamente dezenas de milhares de órfãos de pais vivos! Estas mulheres são verdadeiras heroínas! Dou glórias a Deus por suas vidas! Dou glórias a Deus pelo exemplo de fé e perseverança de Eunice e Loide!

nEle

Anúncios
Etiquetado , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: