Até Sangrar…


hemo-bolsa

No post anterior utilizei o adjetivo “sanguíneo” para definir o amor de Deus. Tarefa ingrata esta, de exprimir em palavras algo tão grandioso, tão sublime, tão tão, tão… Não consegui colher em meu canteirinho de flores do lácio algo mais forte. Explico:

 

 

 

  • Quando alguém é MUITO destemido ou MUITO instável emocionalmente, diz-se que “tem sangue no olho”;
  • Uma surra MUITO grande, é uma surra “até tirar sangue!” (percebam o limite máximo de uma grande surra!);
  • Imagina-se que um “pacto de sangue”, seja algo inviolável, incontestável, inquebrável;
  • Dizem que os “laços de sangue” são os mais estreitos;

Portanto algo “sanguíneo” é por natureza, algo MUITO forte!

Porem, palavras por mais pretensiosas que sejam, não conseguem exprimir a enormidade do amor de Deus… Isto letra nenhuma é capaz! Só gestos, ou melhor, Um gesto, executado pelo Verbo (palavra) que se fez carne:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

Está consumado… Jesus sangrou por amor de nós! Glórias a Deus!

Anúncios
Etiquetado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: