Os pescadores de homens


Hoje vivemos uma época em que o evangelismo deve ser “impactante”, as igrejas preocupam-se em gerar o maior numero de “convertidos” no menor espaço de tempo possível. O resultado disso são as mega-denominações compostas de muitos mega-templos presididos por seus seus mega-pastores que fazem uso dos dízimos e das ofertas para alimentam sua megalomania consumista!

O interessante foi Jesus, ao encontra os irmãos Simão (Pedro) e André as margens do mar da Galileia, ter utilizado a figura de um pescador para tipificar o trabalho de evangelização.

“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.” (Mateus 4:19)

Ora, a pescaria é uma atividade cansativa. Demanda muito tempo e algum esforço físico e mental:

  • Os incontinentes e impacientes precisam lutar contra o ímpeto mover-se constantemente;
  • Os falastrões devem aprender a calar-se em alguns momentos;
  • Os ignorantes devem aprender sobre as espécies de peixes (como e quando pesca-los);
  • Os preguiçosos devem tomar consciência de que a boa pescaria é feita logo cedo;
  • Os medrosos devem controlar seus temores a respeito do que virá preso as redes.

A pescaria, segundo o padrão bíblico, é por natureza artesanal e demorada. Os peixes quando trazidos a tona debatem-se, alguns conseguem voltar para a água, não raras as vezes, lutam pela única vida que já conheceram, brigam para não serem tirados da escuridão do lago donde nasceram…

Porem, muitos tem optado por uma modalidade mais “impactante” de pescaria: A que faz uso de dinamites!

Apesar de ser ilegal, é a forma mais eficiente de obter uma grande quantidade de peixes em um curto espaço de tempo! Basta jogar o explosivo na água e BUUUUM!! Logo os escamosos estarão boiando, prontos para serem capturados, sem oferecer a menor resistência! Melhor do que achar dinheiro em calçada alta!!

Diriam os demolidores do “evangelho”:

- “Estes ai, são uns medíocres! Felizes com seus ‘ministériosinhos’! Demoram um dia todo para pegar poucos peixinhos em suas redes! E os poucos que capturam são aqueles doentes, que buscam ar na superfície, nós no entanto, pescamos os mais belos e robustos!”

Assim fazem as igrejas que apelam para mega produções de luz e som. O pregador está mais para um show man do que para alguém que está preocupado em fazer uma exposição coerente da Palavra!

É de fato, gerada uma “fé”… “Fédemais”! Rasa, que vem unicamente da emotividade, do momento, da beleza dos louvores ou da impostação da voz do pastor… Não obstante, a Bíblia procura nos ensinar de outra forma…

“De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” (Romanos 10:17)

Creio que seria de uma ortodoxia burra, rejeitar qualquer recurso da modernidade como forma de auxiliar a pregação do Evangelho, haja visto que, no momento utilizo um Blog para transmitir esta mensagem. No entanto, nem Jesus, nem os apóstolos possuíam templos com ar-condicionado, equipados com palcos especialmente iluminados, nem tinham a disposição ministérios de louvor pop-gospel. Utilizavam somente a Palavra! E é esta a Palavra de vida eterna, O Verbo que se fez carne e habitou entre nós, o próprio Jesus! Glórias a Ele!

dEle, por Ele e para Ele!

“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.” (Mateus 4:19)
About these ads
Etiquetado

5 thoughts on “Os pescadores de homens

  1. pastoragente disse:

    Graça e paz!
    “Andando” por aí cheguei até o seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
    Será uma honra te receber no pastoragente.blogspot.com. e se quiser segui-lo vai ser uma alegria pra mim.
    No blog conto da forma mais realista e divertida possível as realidades, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
    Fique na paz. Um abraço.

  2. Marcelo disse:

    Shalom!

    Uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti.

    Medite no Sl 36.8,9

    Nele, Pr Marcelo

    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja o texto: As três necessidades de Paulo

  3. “Qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que possui, não pode ser meu discípulo” (Lc 14,37). Tu dizes sim? Os 11 discípulos respeitaram isto. Os primeiros cristãos também. Apenas Judas preferiu o dinheiro e a propriedade particular. Você se considera Judas, o traidor, ou discípulo? Se você se considera Judas temos algo em comum e muito a conversar e muito mais a fazer. Estou tentando resgatar a verdadeira arte de pescar.

    • porele disse:

      É caro Judas, creio que nossas idéias não se afinam… Sou servo de Cristo, e súdito de Seu Reino; E o Seu Reino não é deste mundo! Se devemos amar Jesus acima até de nossos entes mais queridos, sobe pena de não nos tornamos dignos dele (se é que isto é possível), quanto mais não ama-lo acima das riquezas desta vida…

      dEle, por Ele e para Ele!

  4. Estas não são idéias minhas. São daquele que eu traí. O reino dele não é deste mundo mesmo. Este é o mundo do dinheiro, da propriedade particular e da hierarquia. Neste mundo eu vivi durante dois mil anos, depois de o ter traído. Agora estou me retirando deste mundo assim como todos os que o seguiram fizeram. Estou fazendo isto para que o Reino dele possa existir e creia-me, o mais importante agora não sou eu, mas você. Você é tão poderoso, que mesmo se todos os seres da terra resolverem colocarem em prática as idéias dele e você não, o Reino dele não estará completo. Vai estar faltando alguém. E quem é que está faltando? Judas. Enquanto ele não se enxergar as coisas vão continuar piorando. Já é hora de nos olharmos no espelho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 958 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: